segunda-feira, outubro 31

Ausência !

Meninas, desculpa semana passada não ter tido post, eu tentei arrumar todos os posts em arquivos do word pra postar aqui direto, mas essa ultima semana da minha gravidez foi muito corrida, muita coisa pra fazer e pouco tempo pra ficar no computador ! Me perdoem... 
E essa semana e semana que vem eu também não devo postar com tanta frequencia, porque minha filha nasce amanha, enfim, estou muito anciosa e essa semana devo ficar sem postar tb, espero que vocês entendam ! Beijos minhas lindas, até semana que vem :*

terça-feira, outubro 25

Mães Solteiras

O post tão pedido por tantas meninas, e que muitas de nós se encaixam. Esse post foi muito disputado, muitas meninas queriam participar, então eu peguei as 4 primeiras que me responderam. Espero que gostem do post !



Oii meniinas meeu nome ée Bruna tenho 18 anos,engravidei da Manuella com 17 ,descobri que tava grávida eu já tava de 3 meses e duas semanas pois tenho começo de ovário policistico(acho quue eh assim que escreve rs')..quando descobri que tava grávida da manu eu já tava largada do meeu namorado fazia 2 meses e tava morando em outra cidade jaa..então voltei pra cidade do meeu ex e conteei pra ele .. Isso era  em janeiro, depois de uns 15 dias a gente volto e marco o casamento pro dia 5 de março. Casei tudo bonitinho ,fiquei  casada até a manu nascer,pois viim passar o resguardo na casa da minha mãe já que meu  ex marido trabalhava o dia todo..e por causa da implicância dele foi indo acabeei largando dele me arrependi e muito mais fazer o que née . Sou mãe solteira faz 2 meses,não vou dizer que é fácil porque naao é naao, mais tambeem não é um bicho de sete cabeças..maiis tudo muda comecei a ter que ter responsabilidades que eu não tinha antes,ter que encarar os olhares das pessoas da rua
Todos os dias as mesmas coisas,tive que deixar de sair e adiiar minha faculdades pois a manu esse ano ta novinha então deixei pra fazer ano que vem,passar noites acordadas com ela nos braços,as vezes ter que deixar de comer aquela hora pra comer depois porque ela tava enjoadinha,ter que tomar banho rapidinho porque ela começa a chorar. Mas tambeem tem o lado bom ,que é ta do lado da manu,ver ela sorrindo pra mim e ver que eu to dando conta de cuida dela direitinho ,ela me ensinou que sonhos se realizam pois ela é tudo na minha vida,não vejo a hora dela começar a falar e me chamar de mamãe,eu amo ela mais que tudo nesse mundo não há explicação de como é bom ser mãe. O bom de ser mãe solteira é que você não tem que dividir ela com ninguém rs .
Bruna Corrês ,18 anos. mãe a 3 meses !

 

Bom ser mãe solteira não é nada de outro mundo, claro que se tem as suas desvantagens e sofrimento, mas quando se tem o apoio e ajuda da sua mãe e sua família tudo fica muito fácil...
É sair correndo só para socorrer seu filho que está em casa ou na escola sem ter uma pessoa com você te dizendo calma vai da tudo certo, foi só um pequeno susto... 
É passar madrugadas acordada com o filho doente ou internado sem ter com quem revesar se não a sua mãe ou primas... 
Com todas as dificuldades de ser mãe solteira pra mim a pior é quando seu filho vai crescendo e fica querendo saber o porque os amigos dele tem o pai e a mãe casados e ele não, você acaba se sentindo um pouco culpada, se pergunta se não desistiu cedo de mais, se deveria realmente ter dado aquela outra chance, mesmo que você tenha dado mil chances, você vai sentir que não fez o impossível para que isso não tivesse ocorrido.
Pior de ser mãe solteira é quando o pai é uma pessoa totalmente ausente, mesmo morando perto de você, aquela pessoa que nem vai visitar o filho quando está internado, não existe sensação pior de abandono que essa. Mas com todo esse sofrimento e dificuldade, nada disso faz com que você desanime, pois o anjo lindo que Deus te deu de presente te faz sentir a pessoa mais feliz e realizada do mundo, quando ele fala mãe eu te amo, ou quando ele da um sorriso de bom dia, você tem dois dias no ano o Dia das Mães e Dia dos Pais....
E quando você chega na festa dos Pais na escola e ta cheio de Pai lá e só você de mãe e mesmo assim ele curti tanto por você está lá, isso realmente não tem preço... O maior presente mesmo é quando ele crescer e ver toda a sua luta diária para ser mãe, pai, amiga, tudo um pouco e te fala... Mãe tu é o Cara, tu é a minha mãe e meu pai e eu te amo muito...
São essas pequenas coisas que me faz ser a MÃE SOLTEIRA mais feliz desse mundo...
Kelly Marques, 24 anos. mãe a 8 anos e 7 meses.



 Bom, minha história no dia 12 de novembro, o dia em que descobri minha gravidez. Até então, tinha um namoro de 11 meses muito conturbado. O pai da minha filha tinha na época 16 anos e eu 15, ele era obsessivo, violento e possessível, achava que eu deveria ser somente dele e com a descoberta da  gravidez, tudo piorou. Ele me batia e gritava em público pelo simples fato de eu estar levando um filho dele na barriga. Contei a gravidez pra minha mãe e ele me pediu em casamento mas a minha mãe foi mais que um anjo pra mim, não deixou e disse que eu teria meu bebe dentro de casa. Apesar das dificuldades e das humilhações pela família, levei minha gravidez e 15 dias depois da descoberta da gravidez eu dei um ponto final na relação. Ele não aceito e me perseguia, chegou a até me agredir dentro de um ônibus. Depois dessa situação, prometi a mim mesma que seria pai e mãe da minha filha, que ela era tudo pra mim e por ela eu manteria a maior distancia do mundo dele. Com o tempo, a família dele começou a me persegui também, vinham na minha casa e me humilhavam, fala que a menina não era filha do Leonardo e que iriam fazer DNA pra me processar. Levei a gravidez com sacrifício, fica nervosa e ia toda semana a maternidade, minha mãe começou a ver o meu desejo de ser mãe crescendo a cada dia e começou a me ajudar e apoiar e com isso o resto da família também começou a aceitar.
Enfim, a Mel nasceu no dia 18 de julho de 2011 com 3,160 e 47 centímetros, o dia mas feliz e especial da minha vida, chorei muito e vi que meu sonho, aquilo que eu sonhei pra mim Deus me deu além do que eu pedi ♥ Sem contar que ela nasceu a cara do pai dela.
A avó paterna dela começou a me procurar, queria saber da menina, se eu queria algo. O pai dela também, mas eu não fiz e não faço questão muito da presença, meu irmão iria registra ela, meu irmão queria ela como filha, mas eu acabei deixando o Leonardo registrar pelo menos.
Ser mãe solteira pra mim foi a melhor coisa do mundo, eu corro atrás de serviço, pediatra, escola tudo sozinha, é cansativo mas quando minha filha da um risada, segura no meu dedo e dorme ao meu lado eu esqueço do mundo e me dedico somente a ela, tudo por ela sempre. Eu não procuro ver o lado negativo, penso sempre que ela é minha, fiz por que quis, então tudo é por ela e pra ela.
Amanda Santos, 16 anos. Mãe à 3 meses e 4 dias.



Depois de 3 meses do fim do meu namoro descobri minha gravidez com 16 anos , me vi em uma situação terrível , não sabia o que fazer , ele estava em outro relacionamento e me vi totalmente sozinha nessa nova fase da minha vida , meus pais me ajudarão muito mais não era a mesma coisa . ir no ultra-som com minha mãe ou uma amiga era triste , tomar decisões sozinha ,enfrentar tudo sem uma ajuda era complicado , não foi o que eu sonhei pra mim e pra minha filha , tomei a decisão de seguir em frente SOZINHA , apaguei qualquer tipo de contato que poderíamos ter .
Quando minha filha nasceu eu vi que poderia sim enfrentar tudo aquilo com a cabeça erguida.
Depois de 1 mês ele veio atrás , foi complicado aquela situação eu tive medo de tirarem minha filha , mais tem coisas que só Deus mesmo , ele registro e faz o papel de pai mesmo ausente.
Mas muitas vezes ainda me pego sozinha com minha filha nos braços e pensando como seria se fosse tudo diferente , mais eu tenho muito orgulho do trabalho que eu fiz , de toda dedicação , de ter amado ela como mãe e como pai , de saber que ela depende de mim 2 vezes mais , que eu sou tudo que ela tem na vida , as vezes ela chama de papai eu dou risada , não vejo mais isso como uma situação triste mais sim de poder bater no peito e me orgulhar e dizer EU CONSEGUI SOZINHA !
e cada dia é mais uma nova vitória , vale muito a pena ser mãe , indepedente se estou sozinha ou com alguém . s2
Letícia Buttner, 18 anos.  Mãe à de 1 ano e 5 meses


Então é isso meninas, eu espero que vocês tenham gostado do post de hoje, beijinhos minhas lindas :*

sábado, outubro 22

Como vou contar pros meus pais ? :S

Então meninas, primeiramente, desculpas por quinta não ter postado, meu final de gravidez ta muito dificil, sou muito pequena e minha filhota ta muito grande, então as dores são muitas. Mas enfim, hoje to fazendo um post relampago para compensar quinta-feira, e também porque foi um post pedido de uma menina. Todas nós passamos por esse momento, de contar pros nossos pais né, mas como falar ? Cada uma tem seu jeito, uns pais são mais liberais, outros mais cabeça fechada, alguns ja sacam as coisas desde antes mesmo de nos sabermos, enfim cada história é uma história.
 Isso foi uma enquete relampago no MSN. a pergunta foi : 

 Núrya Buthz diz: Como você contou para os seus pais que estava grávida ?

Olha vou falar... Quando eu contei sobre minha gravidez aos meus pais já estava casada com meu marido. Então foi tudo mt tranquilo! Única coisa que me disseram era que eu teria que ter responsabilidade e tal. E nunca deixar falar nada pra minha filha. =)
E desde então sei de minhas responsabilidades com ela, e nunca deixei (nunca vou) faltar nada à ela.
Joana Larissa 17 anos. Bebê: Yasmin Giulia 9 meses



A primeira vez minha mãe descobriu sozinha, esqueci o teste na bolsa e ela viu, já vinha percebendo pq eu sempre andava com a bolsa até pra fazer xixi kkkkk, meu pai ficou bem feliz.
 e a segunda vez, minha sogra contou, ela quase tinha um troço, mas ficou bem feliz também. rs


Quando eu comecei a desconfiar que tava grávida, logo eu fui fazer um exame de sangue pra ter certeza, no primeiro exame não deu exatamente POSITIVO, eai a mãe da minha amiga (enfermeira) pediu pra esperar mais uma semana que ainda tava muito cedo pra saber, esperei mais uma semana mais já sabia que o resultado era POSITIVO, eai quando estava esperando o resultado do 2° exame eu cheguei e comentei com a minha mãe que estava achando que estava grávida e que já tinha feito o exame e tava esperando o resultado sair, até então ela fico super normal .. o resultado chegou e foi como eu esperava POSITIVO bem GRANDE rs pra não ter erro ! chamei a minha mãe e fui falar o resultado, ela quase teve um infarto rs começou a falar um monte, que não queria isso pra mim, que filho não era brincadeira e mais um monte de coisa, enfim .. passou uns dias, e ela me pressionado pra contar pro meu pai, mais eu sou a ''princesinha'' do meu pai, e como contar pra ele que a bebê dele ia ser mãe ? isso não passava pela minha cabeça, como contar pra ele sem que ele ficasse triste, chateado .. mais aconteceram umas coisas e a alternativa que eu tive foi contar pra ele, porque não tinha ninguém do meu lado, me apoiando e sabia que mesmo que ele ficasse triste, ele iria ficar do meu lado, chamei ele pra conversar .. eu, ele e minha mãe, porem não consegui contar, quem acabou falando foi a minha mãe, na hora ele PARO fico uns 5 minutos paralisado, depois fico pensativo e quieto .. eai minha mãe falo que queria que eu tirasse, e meu pai fico puto da vida com ela, pq falou que era uma vida, uma criança indefesa que não tem culpa da minha irresponsabilidade e do meu namorado .. ai ele perguntou pra mim se eu queria tirar, eu disse que LOGICO QUE NÃO, ai ele falo, então tudo bem, e fico do meu lado, me apoiando e me ajudando em tudo .. (meu namorado não gostou que eu fiquei grávida e tb queria que eu tirasse) hj em dia, ele e minha mãe são as pessoas que mais ficam babando na minha princesa *-*


Oiie meninas , meu nome é Tamiris , tenho 17 anos , e sou mamãe de um lindo garotão chamado Gustavo de 9 meses . No começo foi um grande susto , o medo da reação dos meus pais , da minha família , enfim de todos . Tive sorte que meus pais me apoiaram em tudo e ate hoje me apoiam . Quando eu estava desconfiada que estava grávida , minha mãe foi comigo fazer o exame de sangue , e eu jurava para ela que eu não estava
que não tinha como e blablabla , mais ela falava que eu estava , sabe como é mãe né , então fomos no laboratório e fizemos , o resultado só iria estar pronto no finalzinho da tarde. Eu tinha acabado de passar em uma prova para começar fazer curso de ADM , meu pai foi comigo fazer a matricula , quando chego em casa , minha mãe chorando , eu logo já vi que pela reação dela o exame tinha dado POSITIVO , naquele momento eu não sabia oque fazer , não queria acreditar , mais sim tinha dado positivo , meu pai pergunto oque tinha acontecido e ela disse que eu estava grávida , a reação do meu pai não foi uma das melhores , chorou , pergunto porque eu não me preveni , essas coisas , ficaram mais ou menos umas duas semanas ainda sem cair a ficha , pois não é fácil , filha única , começando a vida agora e gerando uma vida. Mas enfim hoje meu filho tem 9 meses , e é o xodozinho dos avós , eu continuo morando na casa dos meus pais , e sem eles não sou nada , só tenho a agradecer tudo que eles fazem por mim e pelo meu filho.


Eu já morava com o pai da minha filha , mais fazia pouco tempo que estávamos juntos , ha 1 ano . Quando minha menstruação atrasou em (Janeiro de 2010) minha suspeitava , ela tava comigo quando fiz  teste de gravidez , quando falei que deu positivo ela ficou super feliz , chorou mt,ligou pra td mundo e deu a notícia. A tarde meu marido ligou pro meu pai que mora no interior de Natal , e falou logo assim : Você vai ser vovô .... nossa meu pai teve um susto,falou que ele deveria ter preparado pra dá a notícia , falou que tava cedo mais já que estava feito tinha que aceitar. Engravidei com 17 anos e tive com 18 , minha sempre do meu lado , meu pai mora longe mais me apoiam mt,hoje minha filha ja estar com 1 ano e 1 mês,td mudou com sua chegada.


Descobri que estava grávida com 6 semanas, mas não contei pra minha família, só alguns amigos. Depois de 3 semanas terminei com meu namorado e voltei pra casa da minha mãe. Quando cheguei na casa da minha mãe estava super tirste por ter terminado o relacionamento e por estar grávida, e por não saber como falar pra ela, procurava as palavras mas não criava coragem. Minha mãe percebeu logo que tinha coisa errada, e ficava me perguntando pq eu tava tão triste, me deu toda liberdade para desabafar, mas não consegui. No dia das mães minha mãe me chamou pra conversar e no meio da conversa perguntou se eu tava grávida, ai eu comecei a chorar e ela ficou assustadíssima, me falou muitas coisas, mas compreendeu e me deu todo apoio do mundo, junto com o meu pai. Me fez valorizar muito mais a minha família e entendi que é só com eles que eu posso contar de verdade.


Minha mãe desconfiou que eu estava grávida quando comecei a passar mal com o cheiro da comida dela, tipo ela não tinha comentado comigo porque ela estava esperando eu falar com ela que eu estava desconfiando.Esperei uma semana ai meu marido compro 3 testes de farmácia pra mim , pra minha felicidade os 3 deu positivo rs ! fiquei CHOCADA. Meu marido olho pra minha cara chocado também , mas me tranquilizou , dizendo que testes de farmácia não são confiáveis ... No mesmo dia ele disse que era pra eu conta pra minha mãe , mas tava com mt medo e procupada . Então fomos pra casa da minha mãe chegando lá sento eu , ele é ela .. ele queria que eu falasse mas não tinha coragem :S ele olho pra ela com os olhos cheios de lagrimas e disse - Acho que a Dai esta gravida ! Ela baixo a cabeça e disse - Eu já estava desconfiada. Daí ela começo a falar e falar passo uns minutos ela ligo pro meu GO e marco uma consulta.Fiz um exame de sangue , que fico pronto no mesmo dia . O resultado ? POSITIVO. Chorei , fiquei sem reação! Liguei pra minha mãe e sem palavras disse - To gravida mãe ! ela começo a falar que eu não tinha juízo , que tinha acabado com a minha vida e tudo mais .. Depois passo uns dias ,ela me abraço e disse que ficaria do meu lado pra SEMPRE . Hoje ela e a vovô mais babona que eu já vi , ama bota a mão na minha barriga e senti a minha Clarinha mexe *_* aquele medo foi só de momento graças a deus ! Sou muito feliz por sabe que ela esta comigo pra TUDO e pra SEMPRE.



Espero que tenham gostado meninas, até terça beijosss :* 
( clicando nos nomes das meninas abre automaticamente o facebook delas )

terça-feira, outubro 18

Você linda SEMPRE !

Olá meninas, o post de hoje é sobre os cuidados, durante e depois da gravidez. Não tem essa de "não vou ter tempo" vai sim, temos sempre que ter um tempinho pra nós mesmas, afinal somos todas novas e não podemos deixar nossa vaidade de lado e ficarmos acabadas né ! Peguei relatos de algumas mamães LINDAS DE VIVER, elas vão falar um pouquinho como foram os cuidados na gravidez e após ela, como tudo ficou, como arrumaram tempo, espero que gostem ♥


 Se cuidar na gravidez.. as vezes chega a ser um pouco assustador pensar assim, já que você ira ver, varias pessoas vão te falar de estrias, quilinhos a mais! Eu morria de medo, passava o dia inteiro creme (usava o Gerare)  e graças a Deus, não fiquei com nenhuma estria. Quanto aos quilinhos, se cuide, mas não passe sua gravidez inteira pensando neles.. Engordei 10kgs na gravidez, e eu comia de tuuuudo! Logo após o parto, perdi  4kgs, e em um mês já tinha perdido o resto, sem esforços.. A amamentação ajuda muito! Cinta quase não usei, comprei 3, mas pareciam que não adiantavam muito pra mim.. Uma dica importante, é depois de ganhar o baby, usar calças que não apertem sua barriga em nenhum lugar, essas marcas ficam! Tenho um pouco de usar calça baixa ainda.. Procure sempre engordar 1kg por mês, nos últimos meses provavelmente isso não será possível,  a vontade de comer e de dormir pelo menos pra mim, era gigaaante! Hahah
Bom parto para as que ainda não tiveram!

Sabrina Rúbia Kniss 20 anos, mãe a 1 ano e 5 meses.




Eu descobri que estava grávida no finalzinho de novembro e a única coisa que me preocupava era a reação dos meus pais o resto, era resto. Algumas meninas chegaram a me falar que eu iria ficar acabada, meu corpo ia ficar horrível, mas eu nunca liguei!
Durante a gravidez me cuidei horrores! Nunca fiquei um dia sem passar cremes hidratantes e óleos na barriga para não ter estrias (funcionou). Fazia questão de ir ao salão de beleza pelo menos uma vez na semana! E cuidava muito do meu cabelo, que durante os 9 meses cresceu muito e ficou lindo. Me alimentei muito bem também, comi muita fruta, muita legume, muita coisa saudável e assim minha pele também ficou maravilhosa, ou seja, foram os 9 meses mais lindos da minha vida, mesmo ficando 12 quilos mais gorda.
Depois que a Gabriela nasceu ficou um pouquinho mais complicado as minhas idas ao salão pois não tinha muito tempo pra ir nem com quem deixá-la. Mas mesmo assim não deixei de me cuidar, a cada 15 dias ia uma manicure lá em casa, fazia minhas unhas e sobrancelha. O corpo não voltou a ser a mesma belezura de antes, mas não ficou dos piores. Fiquei muito magra, perdi perna, bunda, e ganhei barriga. hahaha Hoje consegui recuperar 6 quilos e já estou me sentindo melhor. Daqui uns dias irei para academia e espero ficar melhor até do que antes.
Não vivo sem maquiagem, não saio do banho sem passar cremes e acho fundamental manter as aparências ainda mais depois de ser mãe, isso me faz lembrar que antes de tudo ainda sou mulher, sou jovem e preciso ficar bonita tanto para me agradar, quanto para agradar meu maridinho!
Ser mãe nos torna mulher por completa, e nos toma totalmente o tempo mas é preciso se cuidar sempre! Afinal que mãe não gosta de escutar um "Nossa, não acredito que você é mãe! Com esse corpinho? hummm" hahaha
Beleza pode não ser tudo na vida, mas que faz um bem danado pra nossa auto estima, ah faz! :)
Dri Avila, 19 anos. Mamãe a 1ano e 3 meses. 

 

 Qual mulher não gosta de se sentir linda não é? E a gravidez não é desculpa pra desleixo de forma nenhuma. Muitas mulheres quando descobrem a gravidez partem pro pensamento "Ah, vou engorda mesmo, vou comer de tudo.", mas não param pra pensar que TUDO que você engordar na gravidez vão ficar ai com você depois que o bebê nascer. Além do quê, uma gestante tem que ter uma alimentação saudável por causa do bebê também. Além de uma boa alimentação, alguns exercícios podem ser feitos e até ajudam na hora do parto, os mais indicados são a caminhada, a hidroginástica, o alongamento, pergunte ao seu GO que ele vai dizer o mais indicado para você. Logo que descobri a gravidez fiquei com muito medo das estrias, elas me apavoravam. Meu GO me indicou um creme específico para gestantes e desde então eu usava ele todos os dias e a cada banho passava óleo de amêndoas no barrigão também. Não só na barriga, como no peito, pernas, bumbum, isso é sempre bom esclarecer, não é só a sua barriga que vai crescer. Fazer as unhas toda semana ou pelo menos de 15 em 15 dias além de ficarem bonitas é uma questão de higiene também. Os hormônios da gravidez deixam os cabelos, a pele e as unhas da mulher muito mais bonitos e com brilho, se cuidar fica mais fácil e mais prazeroso por logo de cara já ver ali um resultado. Hoje em dia o vestuário também não é nenhum problema, existem muitas lojas direcionadas especificamente para as gestantes e são lindas. Nada mais lindo que uma grávida de vestidinho e macacão. Mas e depois que o bebê nascer? O tempo fica corrido não é? Apesar de toda a atenção que um RN exige, você precisa tirar um tempo pra você, pra se cuidar, ninguém aguenta ficar por conta 24 horas por dia. Se você não tiver alguém que possa ficar com o bebê para que você se cuide, aproveite aquele cochilinho dele da tarde e faça as unhas, passe creme de hidratação nos cabelos e vá cuidar do bebê. Amamente, além de ser o melhor para o seu bebê, amamentar ajuda muito para o corpo voltar ao normal. O útero se contrai e sua barriga vai voltar pro lugar. Continue se alimentando bem e se cuide. Nada de desculpas pra ficar desleixada em casa. Faça caminhadas enquanto passeia com o bebê, tire uma horinha do seu dia e faça exercícios nem que seja subir e descer as escadas, faça o que tiver ao seu alcance, mas se esforce. Gravidez não é desculpa pra você esquecer de você mesma. Sou mamãe do Ian, há 2 anos e 9 meses, amamentei ele por 1 ano e 2 meses quando ele por vontade própria resolveu largar o peito. Como eu tinha os seios muito grandes com a amamentação eles cresceram ainda mais e ficaram flácidos, há 3 meses fiz uma mastopexia com prótese e me fez muito bem, minha recuperação foi excelente e minha auto-estima aumentou. Então ai fica a minha dica, aproveite o momento da gestação que é a fase mais linda da mulher, o brilho nos olhos aumenta e a beleza se exala. Mas nunca deixem de se cuidar.
Jéssica Lavínia, 20 anos. Mamãe há 2 anos e 9 meses.


Bom meninas, eu espero que voces tenham gostado dos depoimentos das mamães, o que eu recomendo a vocês que eu fiz na minha gravidez é Drenagem Linfática de Gestante, é um ótimo presente pra se pedir, normalmente não é muito barato, então peça pra 3 pessoas pagarem exemplo pede de presente pra vovó do nenem, pro maridão, pras madrinhas do nenem, e assim fica um preço leve pra todo mundo. Outra coisa que eu usei a minha gravidez toda e foi mt bom é o óleo e creme pra estrias, da Natura, o mamãe bebe, não me deixou com nenhuma estria, apareceram 4 estrias agora no final da minha gestação quando o creme tinha acabado ! E meninas, nao desanimem com os quilinhos a mais, se alimentem BEM e sendo sempre comidas SAUDÁVEIS, e lembrem-se a amamentação ajuda muito a voltar ao seu peso normal ! 

Espero que tenham gostado do post minhas lindas beijinhos, até quinta ! :*

quinta-feira, outubro 13

Depressão pos parto ! :S

Então meninas, todas nós achamos a mesma coisa "ahh, isso não vai acontecer comigo...", mas a depressão pós parto pode vir de diversas maneiras, as vezes bem leve, as vezes bem pesada, as vezes como uma insegurança ou até como uma tristeza sem motivos. Eu queria muito falar sobre isso aqui no blog, porque muitas das meninas desconhecem esse assunto, ai quando se ve na situação da depre pos parto, não sabe nem o porque, nem o oque é. Então, eu vou postar hoje dois casos de duas amigas minhas, que não chegaram a ter Depressão pos parto não, foi mais como uma insegurança uma tristeza.


Então mães, eu sei que é raro ouvir falar sobre esse assunto, não são todas as mães que passam por isso, e quando passam, as vezes não gosta de falar sobre!
Eu tive depressão pós-parto, na verdade o que eu tive foi ‘baby blues’. É uma depressão pós-parto leve!
Antes de passar por isso eu mal sabia que isso existia, o que eu sabia era muito pouco, quase não tinha conhecimento nesse assunto, mas gostaria muito de ter tomado conhecimento nele antes de acontecer, talvez o estado em que eu estava ficasse mais leve! Tudo bem, vamos começar a falar de como me senti...
Tive minha filha na noite de quarta-feira, tava muito feliz, fiquei até sexta de manhã na maternidade e só tinha tido felicidade até aquele momento, e ainda estava totalmente feliz em ter minha filha nos meus braços, mas foi só chegar em casa pra um sentimento totalmente inexplicável bater, uma tristeza, uma vontade enorme de chorar como se nada mais nessa vida fosse bom, eu queria sumir mas não podia pois tinha alguém dependendo de mim agora, e isso me deixava ainda pior, querer sumir e não poder! Eu chorava o dia todo, eu olhava pra minha filha, via aquela bebê linda e me sentia culpada por não estar feliz, ela estava ali na minha frente, saudável e muito bem! Eu a amava muito e sabia disso, mas era um sentimento diferente de todos os que eu já tinha sentido na minha vida. Eu tinha a obrigação de cuidar da minha filha e protege-la de tudo, afinal ela dependia de mim, e eu achava que era muita responsabilidade nas minhas mãos, e achava que eu não ia conseguir!
Comecei a pensar em fugir e deixa-la com a minha mãe, mas não tinha coragem, minha mãe trabalha o dia todo e não teria como cuidar dela... Eu pensava em me matar, coisa que eu nunca pensei em toda minha vida, mas também não tinha coragem, eu não sabia o que fazer, eu não conseguia parar de chorar, eu não conseguia me sentir feliz nunca, eu passava o dia e a noite chorando, eu ficava admirando minha filha e chorando! Odiava quando o pai dela e os avós paternos vinham vê-la, eu não me sentia bem com eles, não os conhecia direito e já tinha terminado com o pai dela a meses, além de todo esse sentimento eu não queria que eles chegassem perto dela, tinha ciúmes e medo, eu não confiava em ninguém cuidando dela, além de mim e minha mãe! Quando minha filha chorava então? Ai eu me acabava em lagrimas, eu ficava nervosa.. durante toda primeira semana em casa eu fiz a minha mãe voltar do trabalho preocupada comigo, eu tinha medo! Eu pedia para minha mãe me levar num psicólogo, no que fosse, eu pedia pra ela me internar, eu achava que estava ficando louca, eu não sabia mais o que fazer! Mas sabia que chorar e guardar todo esse sentimento ruim pra mim só ia piorar minha situação, eu tentava falar o que eu sentia, mas não conseguia direito, nem eu sabia por que eu estava assim... Eu só sabia que eu só conseguia chorar, não tinha motivos para eu chorar, mas era a única coisa que eu conseguia fazer! Mas mesmo assim tentei explicar o que eu sentia, e graças a Deus pude contar com a ajuda da minha mãe, da minha amiga e da mãe dela, que me ouviram e me ajudaram, conversaram comigo e ficaram ao meu lado... Isso não me fez melhorar rapidamente, mas foi me ajudando a diminuir a frequência do meu choro! Minha mãe falou com minha GO, que recomendou um calmante que eu podia tomar mesmo amamentando... Tudo isso me ajudou a dar um fim nesse sentimento ruim, eu não tinha por que estar assim! E tudo começou a melhorar quando  eu e minha filha (ela estava com uma semana) fomos na casa dessa minha amiga, a Núrya, percebi que o que eu precisava no momento era respirar um pouco, sair dessa prisão que tinha virado a minha casa! Eu sabia que aquilo era só fase, então quando voltei pra casa aquele sentimento queria voltar a me atormentar mas eu resolvi não ceder, queria conseguir ser feliz com a minha filha, e então fui tentando fazer sempre algo para levantar meu astral, e em uns dias depois me vi livre daquele sentimento que eu achava que não ia passar nunca!
Eu pensei que essa história de mãe ser mt feliz era mentira, que todas eram tristes, apenas fingiam ser feliz, apenas aguentavam viver, mas agora sei que não, esse sentimento passa sim, e ser mãe É A MELHOR COISA DO MUNDO! Eu aconselho a vocês mães que passaram por isso a procurar ajuda sim, não ter vergonha... Melhor pedir ajuda enquanto está nesse nível do que esperar piorar!
Hoje sou a mulher mais feliz do mundo e tenho o maior motivo do mundo para distribuir milhões de sorrisos pelo mundo! Cuido da minha filha como nunca cuidei de mim mesma, amo cuidar dela, e é o que mais me deixa feliz! Hoje ela esta com quase 3 meses e eu acordo todos os dias com o sorriso mais lindo e contagiante que já vi em toda minha vida!

Nayara Ramalho 17 anos, mãe a 3 meses


Não posso dizer que tive depressão pós parto, mas posso afirmar que sentia uma tristesa enorme que vinha do nada, chorava amamentando minha filha, me olhava no espelho e chorava.Fiquei semanas muito triste, era só tristesa mesmo tendo minha filha do lado.
Depois     que eu vi que isso estava acabando comigo vi que não valia  apena deixar a tristeza tomar conta de mim e que eu deveria curtir minha filha e a fase maravilhosa da minha vida. Então criei forças e em 3 dias já era outra pessoa, super feliz e curtindo demais a nova vida.
Vivian Piacenti 19 anos, mãe a 7 meses e meio.






Bom meninas espero que voces tenham gostado do post, e quem tiver mais tempo, pesquise um pouco sobre o assunto pra não ser pega de surpresa, infelizmente nós não escolhemos ter ou não a depre pos parto :/
Beijos minhas lindas :**

terça-feira, outubro 11

Principe (Des)encantado

Meninas, desculpem pela demora do post de hoje, mas vocês sabem como é final de gestação é uma loucura! Então, o post de hoje foi um pedido de uma menina. Ela me pediu pra fazer um post sobre os pais dos bebes que não participam, não acompanham e não assumem, não consegui todos esses temas, mas consegui alguns. Então espero que vocês gostem do post de hoje, e que ajude a você mamãe que ta passando por isso .



Oi eu sou Tamires tenho 18 anos
e vou contar como foi minha gravidez pra vocês. Na hora que minha mãe me entregou o teste eu fiquei super gelada ela me disse você vai ter um "nenenzinho" e deu uma risadinha eu chorei muito porque sabia como era meu ex- namorado. Chamei ele no msn e falei que estava grávida ele não gostou muito falou tá vou contar para minha mãe e me enrolou mais ou menos duas semanas dizendo que iria contar para ela, e meus pais me cobrando pra gente ter uma conversa com a família dele. Enfim depois de duas semanas ele contou conversamos ficamos super na boa eu super feliz porque pensei que tinha o apoio dele, e enfim depois de Três dias descubro que no dia que eu fui fazer o teste de gravidez ele tinha ficado com outra, Deus eu fiquei muito mal muito mesmo falei e agora ? eu grávida e ele aos beijos com outra ? Tentei colocar panos quentes nessa história pensando no meu filho, queria que ele tivesse uma família eu ele e o pai dele , mais quanto mais os dias passavas mais ele me magoava brigava comigo porque eu tinha umas amizades com pessoas que ele não gostava, e eu chorava cada vez mais porque eu estava abandonando meus amigos por causa dele.Até que um dia eu acordei e olhei para minha barriga e disse “filho mamãe não agüenta mais me desculpa por não poder de dar uma família “. Cheguei e disse não quero mais porque desse jeito não dá prefiro ficar sozinha e ele concordou. Bom fiquei triste afinal tinha completado 4 meses ( dezembro de 2010 ) a pouco tempo tinha chão pro meu filho nascer, depois desse dia ele não conversou mais comigo sobre nosso filho não pergunta nada fingia que eu não existia , colocava frases no msn que estava super bem , que o ano dele estava sendo só “fartura” . E eu montando o enxoval do meu bebezinho muito triste porque não tinha a opinião dele pra me ajuda, mais minha mãe estava ali comigo disse que tudo ia melhorar que eu iria ser muito feliz, que meu filho ia se orgulha de mim as palavras dela me animou bastante e comecei a levar minha gravidez mais feliz contando os dias para ele nascer.
Até que o carnaval chegou e ele me chamou no msn e  eu fiquei feliz porque eu ia contar que nosso filho estava mexendo muito na minha barriguinha *--*
e ele disse “oi tudo bom você sabe quanto ta o ingresso pra ir no carnaval do clube ai aonde você mora ?” (moramos em cidades diferentes mais é uma pertinho da outra)
eu só disse NÃO SEI e ele a tá bom é que eu to querendo ir eu falei ta bom.Fiquei totalmente para baixo falei poxa eu levando um filho dele e ele curtindo a vida e eu aqui em casa sem amigos sem ninguém pra contar o que estou passando ? fiquei para baixo um tempo até que superei . Depois de um mês chamei ele no msn e perguntei como tava a vida e ele disse muito bem to quase namorando já meu filho já tem uma “MADRASTA “ meninas vocês deve ter imaginado como eu me senti meu filho já com uma madrasta ? pensei milhões de coisas chorei muito passei mal esse dia mais não contei pra ele sorte que meu irmão estava do meu lado e me ajudou porque eu estava muito nervosa e com dor , mais meu irmão me acalmo e eu acabei dormindo . No dia seguinte minha mãe me acordou e disse que meu irmão comentou com ela que eu estava muito mal e eu disse que ele arrumou uma namorada que ela iria querer criar meu filho no meu lugar , minha mãe pediu para mim se acalmar que era mentira dele e enfim meninas era mesmo ele estava fazendo eu sentir ciúmes mais que idéia a dele de me fazer passar nervoso né ? Mais o tempo passou e passou e chegou um dia de uma consulta normal reclamei que estava com dor, e essa dor era TP gente minha mãe ficou super nervosa e eu tranqüila fui internada rapidinho para fazer o parto foi PC,
minha tia ligou para ele e ele foi pro hospital. Mais nem na sala de cirurgia ele teve coragem de entrar comigo fiquei lá sozinha conversando com as enfermeiras até que as 18:50 escuto um chorinho bem longe era meu Luiz Otávio chegando no dia 14 de abril de 2011 com 2 kilos e 845 gramas bem cabeludo e lindo , na hora que senti ele perto de mim tudo que eu passei na gravidez sumiu da minha cabeça *-*  . Enfim recebemos alta e o pai do meu filho quis dormi em minha casa para ajudar eu levantar da cama porque tinha feito PC, né e minha mãe trabalhava a noite e meu pai e meu irmão não iria me ajudar toda hora para levantar chegou a noite hora da minha mãe sair para trabalhar e ela disse pra ele não esquecer de dar meu remédio na hora certa ele disse vou ajudar ela pode ir tranqüila e ela confiou nele mais o que eu esperava aconteceu ele dormiu e não me ajudo em nada. Luiz Otávio chorou querendo mamar e ele cobriu a cabeça com o cobertor e taco o travesseiro na cabeça nem me ajudou a levantar cuidei do meu bebezinho e tomei meu remédio sozinha mesmo com um pouco dolorida andei para lá e para cá, isso que ele chorou várias vezes na noite e ele nem ligou acordou no outro dia 11 horas da manhã eu fiquei estressada e ele pediu desculpa e foi embora. E hoje meninas meu filho está com quase 6 meses  super bem cuidado por mim, cuido dele sozinha sem ajuda de ninguém aprendi ser mãe e não me arrependo nenhum pouco é cansativo é sim foi difícil para mim ? MUITO porque minha mãe não tem tempo de me ajudar mais sou orgulhosa por ter aprendido cuidar dele aprendi ser mãe de verdade dedico minha vida apenas para ele.
Tamires Martins 18 anos, mãe à 6 meses.


Bom meninas, minha historia é +/- assim .. conheçi o pai do Victor em um baile funk .. tinha acabado de sair de um namoro de muitos anos, e ele tambem tinha acabado de termina um namoro longo .. começamos a conversar por msn/orkut até que um dia ele resolveu ir em casa, ficamos e logo começamos namorar era TUDO perfeito agente de verdade se dava muito bem .. Só que por um descuido eu acabei engravidando foi um xoke pra gente, porque os dois sabia que não tinha esquecido os exs de verdade .. e então começamos a brigar e eu resolvi termina só que não esperava a atitude dele de ''sumir'' .. pra falar a verdade depois que terminamos só fui ter contato com ele quando eu estava de 36 semanas de gestação ... Claro que eu ficava sabendo dele das coisas que ele fazia por aê tanto que ele voltou com essa ex dele e acabou noivando .. não fiquei com raiva de verdade só achei uma falta de consideração com o filho dele pois ele nunca ligou pra saber se estava tudo bem, como estava a minha gestação .. e eu também não fui atrais porque se ele num ligou foi porque não estava querendo saber !!
Mais quando eu tava pra ganhar o Victor ele me mandou um email perguntando se eu iria deixar ele registrar que ele estava arrependido e tals .. eu não queria deixar fiquei muito nervosa pois tive que me ''virar'' sozinha e agora que estava no final ele resolveu aparecer? Mais acabei deixando por insistencia da minha mãe e do meu pai falando que era direito do Victor ter um pai .. Não sei aonde porque ele liga de vez em nunca pra saber dele, me dá pensão não muito mais dá .. e ve o filho de 15 em 15 dias fica 10 minutos e vai embora ! Graças a Deus eu consegui me virar sozinha, e não me arrependo de nada pois a alegria que o Victor trouxe pra mim não tem preço é de verdade MUITO bom ser mãe .. !
Camila Dortte 18 anos, mãe à 1 mês.

Espero que vocês tenham gostado do post meninas ! Beijos minhas lindas :*

sábado, outubro 8

Questionário para Gestantes ( respostas )

Como o combinado, hoje eu disse que postaria as respostas do questionário para vocês ! Ai estão .



Pode descolorir os pelos do corpo ?
Não é provado nada cientificamente ainda, porém alguns deles contêm amônia na fórmula, substância potencialmente tóxica que poderia entrar na corrente sanguínea e provocar más-formações no feto (mesmo motivo que leva médicos a desaconselhar certos produtos para tingir o cabelo).
No caso de realmente desejar descolorir os pelos, lave bem a área com água fria antes para fechar os poros e procure usar o produto pelo mínimo de tempo possível. Não se esqueça também de ficar em um local bem ventilado.



Grávida pode fazer tatuagem ?
Se você quer homenagear o bebê, é melhor esperá-lo nascer e parar de mamar no peito, para garantir que ele não seja prejudicado. Pelo menos você vai ter bastante tempo para pensar no desenho mais legal -- e que combine com outras tatuagens se você tiver mais filhos no futuro! Mas porque ? aí está
- Como o sistema imunológico da grávida não é tão eficiente, há maior perigo de infecções no local da tatuagem.
- A pele da gestante está diferente devido aos hormônios, portanto existe a possibilidade de o desenho da tatuagem mudar de aspecto quando a pele voltar ao normal, após a gravidez. Dependendo do lugar, a pele estica, e podem surgir estrias que estraguem o desenho, o que exigiria retoques depois.

 
Grávida pode freqüentar saunas, tomar banho de ofurôs e banheiras de hidromassagem?
Por precaução, durante toda a gravidez, é recomendado não usar saunas, ofurôs e banheiras de hidromassagem muito quentes, com temperaturas superiores a 30 graus Celsius. Isso porque há indícios de que o aumento excessivo da temperatura corporal da mãe, principalmente no primeiro trimestre de gestação, pode prejudicar o desenvolvimento do feto. Um bom jeito de avaliar a temperatura da água sem contar com a ajuda de um termômetro é colocar o pé dentro primeiro e ver se ele entra com facilidade, sem aquela sensação de que precisa ir aos poucos porque se não vai queimar. Se isso acontecer, é sinal de que a água está quente demais para uma gestante.

Preciso parar de tomar café e refrigerantes agora que estou grávida? A cafeína é um estimulante que aumenta o seu ritmo cardíaco e o metabolismo, o que consequentemente afeta a maneira como o bebê se sente. Embora esse tipo de estímulo, quando constante, não seja saudável para o feto, breves momentos como os que se seguem ao consumo de uma xícara de café, por exemplo não chegam a fazer mal. Para o bebê, a situação é semelhante a você correr para pegar um ônibus. Além do bem-estar do bebê, considere o seu próprio. Grande quantidade de cafeína tem efeito diurético, o que quer dizer mais idas ao banheiro. Outro problema é que ela provoca insônia e pode deixar você com uma bela dor de cabeça depois que for filtrada para fora do seu corpo.

 

Grávida pode pintar paredes ou ficar perto do cheiro de tinta? Grávida precisa tomar alguns cuidados para pintar paredes ou ficar por perto quando um ambiente está sendo pintado. A resposta sobre se ela pode ou não sentir o cheiro dessas tintas e trabalhar com ela depende do tipo de tinta.  Algumas tintas contêm substâncias com as quais você deve evitar o contato durante a gravidez. Em geral, tintas possuem pigmentos ou corantes que ficam em suspensão em um líquido que, por sua vez, pode conter solventes, aditivos secantes, diluentes e outros componentes. Os pigmentos presentes na tinta podem conter metais como chumbo, zinco e alumínio.




Grávida pode ter relações sexuais sem restrições?
A princípio não há contraindicação, e vocês podem manter relações sexuais sem temor durante a gravidez toda. Mesmo com a penetração, o pênis não tem como machucar o bebê. No caso dos homens, é comum que tenham medo de machucar a parceira ou o bebê durante o ato sexual. A melhor maneira de resolver esse problema é ele conversar abertamente com seu médico e tirar as dúvidas. Alguns homens enfrentam também certa dificuldade para se ajustar ao novo corpo da mulher. Para saber mais sobre sexo na gravidez para os homens. Algumas pessoas deixam de manter relações sexuais durante toda a gravidez. Embora tal atitude seja perfeitamente normal, se acontecer com você e seu parceiro, conversem bastante para que a questão não se torne um fantasma entre vocês.


Grávida pode andar de avião ?
A princípio não há problema em viajar de avião no primeiro e segundo trimestres de gestação (até 27 semanas), desde que você não tenha complicações médicas como sangramento vaginal, diabete, pressão alta ou não tenha tido um parto prematuro no passado -- nesses casos, é recomendável esperar um sinal verde de seu obstetra. Fale com ele também se for para o exterior, porque ele pode dar alguma orientação mais específica.
Entre as 28 e as 36 semanas, normalmente é possível viajar de avião, mas algumas companhias aéreas têm restrições, devido ao risco de um parto prematuro. Não que ninguém vá perguntar se você está grávida na hora de vender a passagem, mas você poderá ser questionada bem no portão de embarque e ter que passar por um sufoco de última hora.
 

É obrigatório evitar contato com animais domésticos?
O maior risco é representado pelo gato, que é transmissor da toxoplasmose, uma doença que pode prejudicar a formação do bebê, dependendo da época do contato. Nesse caso, as fezes do gato contaminam alimentos, e podem transmitir a doença à mãe. Portanto, mais do que evitar contato com o animal, é preciso ter higiene e manuseio de comida adequados.


Quando e como começar a preparar os seios para a amamentação?
Isso pode ser feito desde o início da gestação. Mas é fundamental intensificar o processo nos últimos meses. Usar cremes hidratantes é muito bom. Preparar o bico do seio para a mamada pode ser feito com o uso de produtos e técnicas/movimentos específicos, sempre seguindo a orientação do médico que acompanha a gravidez.


Quando o bebê começa a se mexer?
As gestantes notam os primeiros movimentos por volta de 16 semanas (4 meses). Algumas mulheres que já tiveram gestações antes são capazes de notar movimentos fetais um pouco mais cedo, lá pelo início do quarto mês (13 - 14 semanas).

Todas essas informações, foram tiradas do Baby Center ok? só para deixar a font mesmo, espero que tenham gostado do questionário, Apartir da semana que vem começarei a postar apensa 3° e 5°, depois das 13:00 (:
 beijos minhas flores :

sexta-feira, outubro 7

Questionário para Gestantes


Meninas preparei um mini questionário para vocês, o esquema é o seguinte amanhã eu postarei as respostas, e hoje vocês respondem pelos comentários, dai amanha voces veem se estão sabendo direitinho das coisas ou não. É uma ótima forma de vocês terem mais conhecimento sobre as coisas da gestação, espero que gostem.


Pode descolorir os pelos do corpo?

Grávida pode fazer tatuagem ?

Preciso parar de tomar café e refrigerantes agora que estou grávida?

Grávida pode ter relações sexuais sem restrições?

Grávida pode andar de avião ?

É obrigatório evitar contato com animais domésticos?

Quando o bebê começa a se mexer?

Quando e como começar a preparar os seios para a amamentação?


Beijos meninas, as respostas vão ao ar amanha até as 14:00 no máximo :*

quinta-feira, outubro 6

Como fica a minha vida ?

É uma dúvida comum de todas nós, durante a gestação e depois que o nosso bebe nasce. Todas nós temos planos interrompidos pela gravidez, e novos planos pra depois da nossa gravidez. Como ficam os estudos, a faculdade, as saidas e as amizades ? Para dar uma noção pra vocês, algumas meninas mamães a mais tempo deporam para esse post, espero que gostem meninas .

 A chegada da Layla mudou completamente nossas vidas. ela veio para nos agregar amor, carinho, compreensão e aprendizado. Nós primeiros dias é uma sensação estranha, mistura de medo, amor, nervosismo, e uma explosão de sentimentos. É hoje depois de mais de 2 anos, percebo o quanto minha vida mudou, deixei de ir em festas que não era certo pra mim, deixei de andar com más companhias, percebo que somente hoje conheço o verdadeiro amor é algo  indescritível, incondicional. Hoje curto minha vida de uma forma diferente, mais tenho certeza que é  da melhor forma possível. Nunca deixo de agradecer a DEUS pela saúde da minha filha, hoje eu esqueci de mim, e passei a viver por ela, somente pra ela. Não me arrependo de nada que passei, passaria tudo de novo se minha recompensa fosse ela. Um dia ela vai ler esse blog (espero rs) , então ai vai meu recado pra ela. Filha, eu não me imagino sem você , quando você chegou, o coração da mamãe era apenas cacos , e você foi a única pessoa que conseguiu colar. Obrigada por existir e me fazer a pessoa mais realizada do mundo, obrigada por roubar meu marido, pois com tí ele aprendeu a ser um homem melhor. Entre tantas incertezas, a maior certeza é que, eu nunca te trocaria por nada na vida. EU TE AMO MINHA VIDA
Kelly Miranda 20 anos, mãe a 2 anos e 3 meses.

 
Ola , Tenho 18 anos e fui mãe aos 16 .Vou contar um pouco da minha historia .Conheci meu namorado aos 15 anos e engravidei dele aos 16 anos meus pais não aceitaram o namoro queria que pensasse nos estudos 1° mais continuei namorando escondido ate que engravidei , foi muito difícil contar para os meus pais, minha menstruação estava atrasada a uns 2 meses e meio quando minha mãe tinha me perguntado porque não estava usando os absorventes que ela comprava fiquei sem respostas comecei a chorar ai ela desconfiou e me disse se eu tava grávida fiquei sem reação e não sabia se falava que sim ou não . No domingo a noite conversei com minha mãe e disse estou grávida tinha feito teste de farmácia e deu positivo fiz exame de sangue com minha mãe e deu positivo , meu pai ficou em choque ficou uma semana sem conversar comigo e eu arrasada naquela situação minha mãe só chorava não sabia o que fazer , sempre tive o apoio da minha sogra do meu namorado , meus pais com o tempo foi aceitando a situação e nunca falaram em aborto nem eu nunca pensei nisso . parei de estudar no ano de 2009 não tinha ninguém para olhar meu bebe para ir a escola em 2010 voltei a estudar e minha mãe ficava com ele para estudar a noite mais mesmo assim era difícil porque minha mãe chegava cansada do emprego e tinha que cuidar de um bebe foi o ano muito difícil mais não desisti de estudar . Esse ano estou cursando o ultimo ano 3° tive que colocar o meu bebe em uma escolinha para estudar todos dias acordo cedo levo ele na escola volto em casa e vou estudar . Pretendo ano que vem trabalhar e quero me forma em administração , sei que vai ser difícil filho , estudo e trabalho mais quero tentar . Para sair deixo ele com minha sogra e raramente com minha mãe ela não gosta muito então saio muito pouco mais não importo sei que no futuro tudo vai estar bem . E meninas engravidei por descuido a gente nunca acha que vai acontecer com a gente só com os outros tomem cuidado e use preservativo ..
Ser mãe só me fez crescer lógico que e difícil mais e só sendo mãe para saber como e bom ter um filho e só sendo mãe para saber como e trabalhoso kkk. Não desista de nada por causa do seu filho um dia a gente consegue o que quer lógico com mais um pouquinho de dificuldade!
Paloma Tayla 18anos, mãe a 2 anos e 5 meses


Fiquei grávida com 21 anos, já não era tão novinha, acho que por isso não tive muita dificuldade pra enfrentar essa mudança que acontece na vida de todas quando se tornam mães, mas minha vida mudou muito. Eu não a levava muito a sério, sempre fui mt baladeira, era muito fria em relações a sentimentos, eu já não estudava mais e tinha saído do emprego meses antes de descobrir a gravidez. Depois que fiquei grávida muitos "amigos" foram sumindo, talvez por a gente mudar nossa rotina e já não ter mais tempo pras coisas que fazíamos antes.
Mas depois que o Bernardo nasceu a mudança foi ainda maior, Will já estava entrando na faculdade e eu teria que ficar ainda mais tempo sozinha em casa cuidando do bê, não voltei a trabalhar depois que ele nasceu pois onde eu moro as creches são muito caras e não valeria a pena perder momentos do meu filho pra ganhar pouco, então começei a trabalhar em casa mesmo fazendo uns serviços com imagem em casa mesmo. A gente sempre saiu muito com ele, desde que ele tinha meses, levávamos ao shopping, zoológico, praia e depois que ele ficou maiorzinho levamos ele a um barzinho que tem aqui perto, e hoje em dia nossa balada é essa pq dá pra curtir uma breja gelada e o filhão ao mesmo tempo. rsrs. Acho que meu casamento não foge muito do padrão, mesmo a gente não sendo casados realmente, moramos juntos e escolhemos assim para educarmos nosso filho juntos!
Mesmo com todas essas mudanças ser mãe é tão bom que já planejo ser mãe novamente daqui uns 5 anos. rsrs
Caroline santos 23 anos, mãe a 1 ano e meio.


 
Me chamo Rosane, tenho 18 anos, sou mãe a 2 anos e 5 meses do Riquelme
Depois que tive meu filho algumas coisas mudaram sim, mas sinceramente foram ótimas mudanças. Eu continuo estudando normal...já estou no 3º ano do ensino médio e ano que vem começo faculdade, saio quando tem algo que me interessa e minha mãe fica com ele ou o pai dele, perdi algumas amigas quando descobri a gravidez, mas não sinto falta nenhuma delas, até pq eu fiz outras amizades e essas sim são minhas amigas de verdade. Eu terminei o namoro com o pai do meu filho a uns meses atrás pq nosso relacionamento já não era o mesmo, dps que eu tive filho ele esfriou muito comigo, mas ele sempre foi um ótimo pai, sempre deu de tudo, é super carinhoso, eles são muito apegados. Em geral, meu filho completou a minha vida, só me traz alegrias e orgulho. É meu incentivo pra tudo, ele me faz uma pessoa muito melhor, é tudo o que eu tenho de valioso, meu príncipe lindo...é tudo pra mim!
Rosane 18 anos, mãe a 2 anos e 5 meses.

Espero que os depoimentos teem dado uma noçãozinha pra vocês de como as coisas ficam, porém meninas, não se esqueçam que cada uma tem sua vida, e acontece de formas diferentes com todas nós! Mas NUNCA, percam a vontade de continuar a vidinha de vocês do jeito que era. Nós somos adolescentes e mães, por isso mais responsáveis ainda, então, relaxem ... Mas nunca desistam dos seus planos. Beijinhos minhas lindas :*